GETNINJAS[1]: UMA PLATAFORMA DIGITAIS DE TRABALHO AUTÔNOMO

Murilo Carvalho Sampaio Oliveira – Juiz do Trabalho no TRT5 e Professor Associado da UFBA, Especialista e Mestre em Direito pela UFBA, Doutor em Direito pela UFPR e Estágio Pós-doutoral na UFRJ Randerson Haine de Souza Lopes – Advogado, Bacharel em Direito (FD-UFBA/2021) e em Humanidades (IHAC-UFBA/2016). Atuou como bolsista PIBIC/CNPq no projeto “Plataformas digitaisContinuar lendo “GETNINJAS[1]: UMA PLATAFORMA DIGITAIS DE TRABALHO AUTÔNOMO”

“TELETRABALHO”: A VERDADE QUE ESQUECEU DE ACONTECER*

Oscar Krost A pandemia de Covid-19 parece estar próxima do fim. Não tanto quanto alguns crêem, mas já há sinais que permitem avistar uma luz logo adiante. Ainda assim, “novo normal” e “pós-pandemia” são algumas expressões adotadas na tentativa de explicar o que está por vir. Dentre as adaptações que aparentemente “chegaram para ficar”, umaContinuar lendo ““TELETRABALHO”: A VERDADE QUE ESQUECEU DE ACONTECER*”

“THE FUTURE IS FEMALE”: VOZES DE UM AMANHÃ

Viviane Vidigal – Professora e Pesquisadora. Doutoranda e mestre em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), pós graduada em Direito do Trabalho, pós graduada em Direito Penal. Integrante do grupo Grupo de Pesquisa Mundo do Trabalho e suas Metamorfoses (GPMT), coordenado pelo professor Ricardo Antunes. *Antes de começar a ler este texto, proponho aContinuar lendo ““THE FUTURE IS FEMALE”: VOZES DE UM AMANHÔ

NO MÊS DEDICADO ÀS MULHERES, SAUDEMOS AS MÃOS DAS NOSSAS ANCESTRAIS EM LUTA*

Renata Coutinho – Doutoranda em Relações do Trabalho, Desigualdades Sociais e Sindicalismo pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Mestra e Especialista em Direito do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Pesquisadora voluntária no Núcleo de Pesquisa e Extensão “O trabalho além do Direito do Trabalho: dimensões da clandestinidade jurídico-laboral” daContinuar lendo “NO MÊS DEDICADO ÀS MULHERES, SAUDEMOS AS MÃOS DAS NOSSAS ANCESTRAIS EM LUTA*”

ASSALARIADOS*

Parece que perdemos a capacidade de perceber as coisas mais óbvias: nossos interesses nunca serão defendidos por aqueles que não experimentaram nossas dores. Mas eu boto fé. No momento certo, na hora que o bicho pegar, todos vão lembrar direitinho quem é que tem as mãos calejadas e quem é que peidou dormindo a vida inteira.

PROMETEU ACORRENTADO, LGPD E O DIREITO DO TRABALHO: A HORA DA VERDADE

Oscar Krost No distante setembro de 2020, início da pandemia, quando ainda acreditávamos estar próximos do fim, dela pandemia, não do nosso, brasileiros, postei no http://www.direitodotrabalhocritico.com um breve artigo sobre Lei Geral de Proteção de Dados (Lei no 13.709/18)1 ou apenas “LGPD” para os mais familiarizados. Quem já leu Prometeu acorrentado, LGPD e Direito doContinuar lendo “PROMETEU ACORRENTADO, LGPD E O DIREITO DO TRABALHO: A HORA DA VERDADE”

DIREITO – mas em que mundo tu vive? – DO TRABALHO: UM TOQUE DE FALERO A OPERADORAS E DORES DO DT

Oscar Krost O Direito é um meio de regulação social composto por normas, gênero do qual fazem parte, como espécies, as regras e os princípios. Miguel Reale, pela teoria tridimensional, contraditoriamente representada por uma figura plana e triangular, entende ser a combinação de fato, valor e norma, cada termo ocupando um dos vértices. Há umContinuar lendo “DIREITO – mas em que mundo tu vive? – DO TRABALHO: UM TOQUE DE FALERO A OPERADORAS E DORES DO DT”

DE BRANCAS A COLORIDAS, AS PAREDES DO LABIRINTO: GÊNERO, PANDEMIA E HOME OFFICE

Viviane Vidigal 1 2 Maíra Morato3 AS CORES E AS PAREDES No começo da pandemia, as paredes do local onde uma das autoras deste texto trabalhava, excepcionalmente de casa, enquanto seu filho estava na escola, eram brancas. Certo dia, ainda nos primeiro meses de isolamento social, enquanto trabalhava e prestava atenção a uma reunião realizadaContinuar lendo “DE BRANCAS A COLORIDAS, AS PAREDES DO LABIRINTO: GÊNERO, PANDEMIA E HOME OFFICE”

LEI Nº 14.297/22 E O DIREITO AO “DESVÍNCULO” DE EMPREGO

Oscar Krost Muitos criticam as conciliações homologadas pela Justiça do Trabalho ao entendimento de serem prejudiciais a ex-empregadas/empregados, pela renúncia de direitos, facilitação à rolagem de dívidas alimentares e estímulo ao inadimplemento voluntário e calculado. Isso tudo sem adentrar no mérito sobre o alcance da quitação produzida pelos acordos.1 Sem sombra de dúvida, tais apontamentosContinuar lendo “LEI Nº 14.297/22 E O DIREITO AO “DESVÍNCULO” DE EMPREGO”

“BATE-PAPO NA LABUTA” COM RICARDO ANTUNES *

RICARDO ANTUNES é paulistano, Professor Titular de Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP e há décadas um dos grandes nomes em se tratando das modificações no mundo do trabalho. Leciona, como convidado, diversas disciplinas em instituições de ensino da América Latina, Europa e Ásia, colabora com inúmeros sites e periódicos, sendo,Continuar lendo ““BATE-PAPO NA LABUTA” COM RICARDO ANTUNES *”